assinante_desktop_cabecalho

Maduro usa declarações de Francisco e diz que Assembleia vai 'analisar' o casamento gay na Venezuela

Ler na área do assinante

Nesta quinta-feira, o ditador socialista venezuelano, Nicolás Maduro, defendeu que a Assembleia Nacional do país debata o casamento entre pessoas do mesmo sexo durante o próximo mandato que começa no início de janeiro.

Maduro citou comentários do papa Francisco apoiando a união civil homoafetiva.

As declarações de Francisco foram o sinal mais claro já utilizado pelo líder da Igreja Católica em defesa das pessoas homossexuais.

A instituição do casamento gay não é legal atualmente na Venezuela, que possui população majoritariamente católica.

“Eu tenho amigos e conhecidos que estão muito felizes com o que o papa disse ontem”, afirmou Maduro em um evento com líderes do Partido Socialista antes das eleições legislativas, marcadas para 6 de dezembro.
“Não tenhamos medo de debater todos os temas, o aborto, o casamento igualitário”, disse.

E finalizou:

“Eu vou deixar essa tarefa, a tarefa do casamento LGBT, para a próxima Assembleia Nacional”.

É o tirano aloprado... O povo passa fome e ele tenta desviar o foco para outras questões.

Você quer saber como ajudar o Jornal da Cidade Online?

É simples, fácil e rápido...

Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar