Fraude na merenda, que envolve o jurista Fernando Capez, prende 7 em São Paulo

A Operação Alba Branca, deflagrada em janeiro pela Polícia Civil de São Paulo, que investiga suspeitas de envolvimento do atual presidente da Assembleia de São Paulo, o renomado jurista e deputado Fernando Capez (PSDB), além de outros parlamentares, na fraude das merendas, prendeu hoje 7 pessoas.


Entre os presos, está o ex-deputado e ex-presidente da Assembléia Legislativa de São Paulo, Leonel Julio.  Ele é suspeito de fazer lobby para a organização criminosa que desviou a verba de merendas junto a pelo menos 22 prefeituras. Seu filho Marcel Julio seria um dos mentores da organização e está foragido.

Entre os detidos está o presidente da União dos Vereadores do Estado, Sebastião Miziara.

Além de Leonel Julio e Sebastião Miziara, também foram presos Carlos Eduardo da Silva, Aluísio Girardia, Emerson Girardi, Luiz Carlos da Silva Santos e Joaquim Geraldo Pereira da Silva.

A Justiça ainda decretou buscas e apreensões que estão sendo cumpridas. 

Foram cumpridos no total sete mandados de prisão e dez de busca e apreensão nas cidades paulistas de Bebedouro, Barretos, Severínia, Campinas e na capital.

A investigação sobre Capez está em curso no Tribunal de Justiça do Estado, pois ele possui foro privilegiado.

da Redação

                                       https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça