assinante_desktop_cabecalho

A Inovação, os Inovadores e a “Sambiquira” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante
“É saudável rir das coisas mais sinistras da vida, inclusive da morte. O riso é um tônico, um alívio, uma pausa que permite atenuar a dor”. (Charles Chaplin).

O sol ainda não havia nascido no Vale do Silício (EUA), mas os “garotos criativos” do Vale continuavam trabalhando incessantemente na invenção de novas maravilhas tecnológicas.

Em Roraima, o senador Chico Rodrigues, um abnegado patriota e honrado homem público, também esperava o sol nascer e silenciosamente trabalhava em novas formas de criação contando cédulas de real.

No centro-oeste brasileiro, a dona de casa Maria das Dores, continuava acordada, e não parava de pensar na compra de um pacote de “Sambiquira” que adquirira no supermercado para fazer uma “surpresa culinária inventiva” para o esposo.

O Vale do Silício é o lugar de algumas das empresas de tecnologia mais lucrativas da história, como Facebook, Google e de muitas esquisitices, como a do bilionário Jack Dorsey, CEO do Twitter, que pratica “jejum intermitente”, comendo apenas uma vez por dia e aos finais de semana nada come.

Roraima foi elevada à categoria de estado-membro da Federação em 5 de outubro de 1988 e nunca teve a pretensão de ser um “vale do silício”, basta lembrar que seu primeiro Governador foi Romero Jucá Filho, sim ele mesmo , três vezes eleito senador por Roraima, e que também elegeu Chico Rodrigues, que ao nascer dessa manhã gloriosa, contava notas de real e cantarolava alegremente o refrão do Hino Roraimense:

“Nós queremos te ver poderoso,\ Lindo berço, rincão Pacaraima! \Teu destino será glorioso, \Nós te amamos, querido Roraima!”.

No centro-oeste brasileiro, Maria das Dores, lembrava repetidas vezes, a surpresa que tivera ao abrir o pacote de “Sambiquira”, que ela imaginava ser uma iguaria francesa e que com todo gosto iria preparar o alimento para chegada do maridão. Ao abrir o pacote, recuou surpresa e horrorizada, depois não parou mais de rir, pois ao manusear o produto descobriu que tudo era c*. Sim, ela havia comprado c* de galinha! O pacote inteiro, pedaço por pedaço, era tudo c*.

No Vale do Silício, o milionário Jack Dorsey, CEO do Twitter, que come apenas uma refeição por dia, afirma que isso “faz com que ele aprecie mais o sabor da comida, já que passa muito tempo privado dela”. Alguns maliciosos de plantão afirmam que ele faz isso porque tem preguiça de ir ao banheiro esvaziar o estomago; outros invejosos afirmam que o é um “miserável consigo mesmo”, por isso ficou rico.

Já em Roraima, a Polícia Federal bateu na porta da mansão do “alegre cantante” senador, Chico Rodrigues, e ele rapidamente teve uma ideia digna dos maiores inventores do Vale do Silício: “entupir as nádegas com notas de 200 reais, aquelas em que aparecem a figura do lobo Guará.

Rebolando muito quando andava, o senador despertou a curiosidade dos agentes federais, pelo volume de seus glúteos. Então os “federas” deram um “stop” no homem e descobriram surpresos uma “matilha de lobos Guarás” guardadas no cofre-humano do senador. O que também era conveniente, pois lobo gosta de lobo, além do que a “matilha” toda estava na toca.

No centro-oeste, Maria das Dores, que não conhece Chico Rodrigues, muito menos os CEOs do Vale do silício, e que queria apenas fazer uma “comida criativa” para o marido, revirava o pacote mexendo com os dedos os pedaços de “Sambiquira” e cutucando um e outro, indignada, ria e falava:

- “Gente, isso não pode acontecer, a gente ser enganada desse jeito. Olha isso, é tudo c*. Um pacote de c*. Enganam a gente. Deveria haver um jeito melhor. Por que não põe escrito no pacote: “C* Gelado”!??

Eis o link de Maria das Dores (nome fictício que dei a autora do vídeo):

Aqui o link do CEO que ficou rico e quase não come:

https://revistapegn.globo.com/Startups/noticia/2020/02/tudo-que-voce-precisa-saber-sobre-o-vale-do-silicio.html

O link do Chico Rodrigues não precisa.

Para fechar, como o “uropígio” era da Seara, nada mais justo do que chamar a global Fátima Bernardes, garota-propaganda dos produtos Seara, para encerrar a patuscada:

- “A qualidade da ‘Sambiquira’ vai te surpreender!”

Você quer saber como ajudar o Jornal da Cidade Online?

É simples, fácil e rápido...

Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Foto de Carlos Sampaio

Carlos Sampaio

Professor. Pós-graduação em “Língua Portuguesa com Ênfase em Produção Textual”. Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar