Bigolin, grupo com mais de 30 anos de tradição, pede socorro à Justiça

Conforme matéria publicada recentemente no Jornal da Cidade (veja aqui), a crise bateu com força na porta da mais tradicional loja de materiais de construção de Campo Grande (MS).


Líder no mercado há quase trinta anos, a empresa entrou com recuperação judicial, medida tomada a fim de evitar a falência.

O outrora poderoso grupo empresarial não resistiu às agruras e dificuldades impostas pelo difícil momento econômico pelo qual passa o país.

Já há algum tempo a empresa não vinha conseguindo honrar os seus compromissos, algumas lojas da rede não estavam mais abrindo suas portas e diversas folhas de pagamento estavam atrasadas.

O grupo tem 500 funcionários, seis lojas em Campo Grande e um centro de distribuição. E filiais em Dourados e Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, e em Andradina, Ilha Solteira e Bauru, no estado de São Paulo.

De acordo com o processo, a dívida da Bigolin é é de R$ 54.780.026,54.

Os responsáveis pela empresa alegam que o resultado da venda e giro do estoque, que permanece em unidades já fechadas, possibilitarão crédito rotativo para as unidades que ainda estão em funcionamento.

O grupo fundou sua primeira loja no ano de 1982, em Campo Grande.

da Redação

                                https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Economia