Bolsonaro é pontual: "Não pode um juiz decidir se você pode ou não tomar vacina” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na manhã desta segunda-feira, 26, o presidente Jair Bolsonaro voltou a questionar a estranha insistência e pressa para a “vacina obrigatória”.

Segundo o presidente, "não pode um juiz decidir se você pode ou não tomar vacina”.

“Hoje vou encontrar com o ministro Pazuello da Saúde para tratar desse assunto, porque temos uma jornada pela frente, onde parece que foi judicializada essa questão, e entendo que essa não é uma questão de Justiça, é uma questão de saúde acima de tudo, não pode um juiz decidir se você pode ou não tomar vacina, isso não existe”, afirmou o presidente.

E continuou:

“O que nós queremos é buscar a solução para o caso. Agora, pelo que tudo indica, a vacina que menos demorou até hoje foram quatro anos, eu não sei porque correr em cima dessa.”

Bolsonaro ainda deu sua ‘opinião pessoal’ sobre o assunto:

“Não é mais fácil e barato investir na cura do que na vacina? Ou jogar nas duas, mas também não esquecer da cura? Eu, por exemplo, sou uma testemunha [da cura]. Eu tomei a hidroxicloroquina, outros tomaram a ivermectina, outros tomaram annita e deu certo”, disse, em frente ao Palácio da Alvorada.

Confira:

Você quer saber como ajudar o Jornal da Cidade Online?

É simples, fácil e rápido...

Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar