Jornalista da Record é sequestrado, tem pernas e mãos quebradas, e senador manifesta “aprovação” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Um jornalista de Roraima, Romano dos Anjos, foi sequestrado na segunda-feira (26).

Logo após o sequestro, o carro do jornalista foi encontrado queimado e o aparelho celular abandonado, mas com todos os dados apagados.

Romano trabalha na afiliada da Record, em Boa Vista.

Algum “segredo” importante ele sabia. Isso parece óbvio.

Numa área rural, o rapaz foi encontrado nesta terça-feira (27). Vivo, mas com as pernas e as mãos quebradas.

Recebeu um duro castigo. Um ‘aviso’.

Um fato lamentável.

Porém, o mais horripilante nessa história, são os comentários de um senador da República, sobre o caso e sobre o jornalista.

Nos áudios enviados em um grupo de apoiadores, antes do jornalista ser encontrado, o senador Telmário Mota opina sobre o assunto:

“Esse cidadão é um bandido. Esse cara está a seis anos falando mal da minha família, falando mal de mim com mentiras, calúnia e difamação. Só tentando me destruir para tentar eleger o Romero Jucá. (…) Eu não sou hipócrita. Eu sou a realidade. Eu falo o que eu sinto. Se o cara pra mim é bandido, porque ele tá há seis anos com bandidagem, prestando serviço sujo, eu vou dizer que ele é boa pessoa?”

E mais:

“Pra mim, se o cara não presta, ele pode até morrer. Eu não vou dizer ‘ah, coitadinho, morreu’, tenho pena não. Se não presta, não presta. Acabou.”

Procurado por um veículo de imprensa, Telmário foi curto e grosso: “Reitero tudo o que falei (...)”.

Quem não presta?

Veja o vídeo:

Você quer saber como ajudar o Jornal da Cidade Online?

É simples, fácil e rápido...

Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Crusoé

da Redação
Ler comentários e comentar