assinante_desktop_cabecalho

O decreto de Bolsonaro, o recuo meramente estratégico e a próxima investida

Ler na área do assinante
"Ah, o Bolsonaro revogou o decreto muito rápido. Foi uma vitória da esquerda."

Não. Não foi. Isso se chama ESTRATÉGIA! O Presidente revogou o decreto, explicando o seu conteúdo e dizendo que pode ser republicado.

Confira:

Assim, a direita, que estava quietinha, ficou "pistola" e começou a se manifestar nas redes, onde só estavam tendo manifestações da esquerda "defendendo o SUS".

De que adiantaria sustentar o decreto, para que fosse derrubado? Um desgaste político absolutamente evitável.

Agora, com esclarecimento e apoio popular, é muito mais fácil que seja mantido pelo Congresso.

As vezes precisamos recuar para conseguir avançar.

O decreto só facilita algo que JÁ EXISTE. Grande parte das unidades de saúde do país, inclusive, SÃO PRIVADAS E ATENDEM PELO SUS.

Por curiosidade, aliás, o Projeto de Lei que normatizou as PPPs foi criado pelo Fernando Haddad, em 2003, quando era assessor especial do Ministério do Planejamento, durante a gestão do Guido Mantega, e foi sancionado pelo Lula.

Vocês realmente acham que, com essa oposição, o governo consegue simplesmente "traçar uma linha reta" e fazer o que tem que ser feito?

O difícil não é matar um leão por dia, mas ter que desviar das antas.

"A estratégia é uma economia de forças." (CLAUSEWITZ, Karl von)

Você se incomoda com as publicidades no site?

Você quer ajudar o Jornal da Cidade Online?

Então, faça a sua assinatura do JCO e navegue no site sem nenhuma publicidade.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Foto de Felipe Fiamenghi

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar