assinante_desktop_cabecalho

Reeleito no Banco Mundial, Weintraub fica nos Estados Unidos até 2022, ano eleitoral no Brasil

Ler na área do assinante

O mandato tampão do ex-ministro Abraham Weintraub, como diretor-executivo do Banco Mundial, termina neste sábado (31). Ele, porém, já está reeleito para um novo mandato, que tem início neste domingo (1º).

Weintraub foi reeleito como representante de Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago.

Em 2022, ano eleitoral, deve retornar ao Brasil.

Isso é emblemático.

É um nome de extrema confiança do presidente Jair Bolsonaro e que, por sua competência e postura destemida e aguerrida, ganhou grande popularidade.

Por outro lado, é odiado pela esquerda, que fez de tudo para prejudicá-lo.

Weintraub nunca esmoreceu.

Só deixou o ministério da educação por ter sido vítima da traição de um colega, que fez vazar o vídeo onde Weintraub, numa reunião fechada e num momento de pura emoção, exasperou sua indignação com as atitudes de alguns ministros do Supremo Tribunal Federal.

Naquele momento, tornou-se insustentável sua manutenção no cargo. Ele e Bolsonaro entenderam isso...

Terá participação importante no cenário eleitoral de 2022.

Você se incomoda com as publicidades no site?

Você quer ajudar o Jornal da Cidade Online?

Então, faça a sua assinatura do JCO e navegue no site sem nenhuma publicidade.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar