assinante_desktop_cabecalho

Presidente da Fundação Palmares expõe "mentira" de marido de Bela Gil: “A esquerda rouba até a cor de pele”

Ler na área do assinante

Neste domingo, dia 1º, o presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, expôs, em suas redes sociais, uma mentira deslavado de João Paulo Demasi, marido de Bela Gil e candidato a vereador em São Paulo pelo PSOL.

O psolista se declarou “preto” em seu cadastro eleitoral.

Confira:

Para Sérgio Camargo, João Paulo é um “preto de Taubaté”.

“Surge mais um preto fake na esquerda. David Miranda (branco) ao menos se esforça para parecer preto. Este sujeito aqui nem se dá ao trabalho. O oportunismo racial dele é um insulto aos negros, que precisam lhe negar o voto. Não importa como “se percebe”, será sempre um BRANCO!
Esse preto de Taubaté, marido da Bela Gil e candidato a vereador em São Paulo, insulta também os brancos ao renegar a própria cor, como se ela fosse um demérito.
A esquerda rouba tudo, até a cor da pele!”

Confira:

Em recente declaração à Folha de S. Paulo, o marido de Bela Gil deu uma justificativa no mínimo ‘duvidosa’ por ter se declarado “preto”:

“Não é meu nariz, minha boca, meu cabelo que me identificam. Isso tem que mudar até pela educação. A identidade é uma percepção minha, não sua. Minha mãe é negra baiana. Eu era o menino preto numa escola de brancos. Eu sofri. Vi minha mãe chorar e chorei pela minha mãe. Ouço ‘só podia ser preto’ desde os 12 anos. Me identifico preto desde criança.”

Você se incomoda com as publicidades no site?

Você quer ajudar o Jornal da Cidade Online?

Então, faça a sua assinatura do JCO e navegue no site sem nenhuma publicidade.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar