Walmart deixa a Argentina e crise econômica do país só piora

Ler na área do assinante

Nesta sexta-feira (06), a rede Walmart anunciou que venderá suas operações de varejo na Argentina, que incluem mais de 90 lojas, para o Grupo de Narváez.

O valor da venda não foi informado, mas segundo a assessoria da companhia norte-americana, a empresa terá um prejuízo de cerca de US$ 1 bilhão com a venda no terceiro trimestre fiscal de 2021, principalmente em razão de perdas cumulativas com o câmbio.

A empresa, que era o nono maior empregador privado do país, com mais de 9 mil funcionários, afirma que continuará apoiando o negócio por meio de uma transição de serviços e acordos com o Grupo de Narváez.

A notícia gerou uma nova onda de preocupações no país, já que a Argentina enfrenta uma crise econômica e a inflação anual gira em torno dos 40%, e a taxa de desemprego é a maior dos últimos 16 anos.

A Walmart não é a única empresa a deixar o país. A Uber Eats e Basf também não irão mais operar na Argentina.

E a debandada pode ser generalizar...

Você se incomoda com as publicidades no site?

Você quer ajudar o Jornal da Cidade Online?

Então, faça a sua assinatura do JCO e navegue no site sem nenhuma publicidade.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar