Bolsonaro tenta barrar no STF lei aprovada pelo Congresso, que dispensa licitação para contratação de advogados

Ler na área do assinante

A contratação direta de advogados e contadores foi aprovada em 2019 pelo Congresso Nacional.

O presidente Jair Bolsonaro vetou.

Os parlamentares derrubaram o veto.

Nesta segunda-feira (9), um parecer elaborado pela Advocacia-Geral da União (AGU) defende a inconstitucionalidade de lei que dispensa licitação para contratação, pelo poder público, de advogados e contadores.

No parecer, a AGU enfatiza que a dispensa “equivale a negar concretude ao primado constitucional da isonomia nas contratações públicas”.

Por outro lado, a Operação Lava Jato demonstrou o quanto grandes escritórios de advocacia são utilizados para lavar dinheiro da corrupção, dando lastro a contratos fictícios.

É este certamente o interesse de grande parte dos parlamentares que aprovaram mais esse absurdo.

A luta contra a corrupção é árdua...

Você se incomoda com as publicidades no site? Você quer ajudar o Jornal da Cidade Online?

Então, faça a sua assinatura do JCO e navegue no site sem nenhuma publicidade.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar