Bolsonaro não perdoa Doria após Anvisa suspender testes da vacina chinesa: “Mais uma que Jair ganha”

Ler na área do assinante

Nesta terça-feira, 10, o presidente Jair Bolsonaro ironizou o governador de São Paulo, João Doria, pela decisão da Anvisa de suspender os testes da vacina chinesa contra Covid-19, produzida pelo Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinovac.

Ao responder um comentário em suas redes sociais, Bolsonaro afirmou:

“Morte, invalidez, anomalia. Esta é a vacina que o Doria queria obrigar a todos os paulistanos tomá-la. O Presidente disse que a vacina jamais poderia ser obrigatória. Mais uma que Jair Bolsonaro ganha”.

Confira:

Nesse aspecto, a deputada Janaína Paschoal fez uma excelente observação:

"Independentemente dos conflitos existentes entre o Presidente da República e o Governador de São Paulo, os brasileiros têm direito a saber, afinal, qual foi o efeito adverso apresentado pela pessoa que recebeu a vacina. O sigilo se limita à identidade da pessoa envolvida e só!"

Perfeito.

Em nota, a Anvisa disse que a decisão da suspensão foi tomada após a ocorrência de um evento adverso grave (uma morte) que teria acontecido no dia 29 de outubro.

Ao que tudo indica, Doria deve estar dando chiliques de raiva, pois sua preocupação, como tem demonstrado, é meramente politica.

Você se incomoda com as publicidades no site?

Você quer ajudar o Jornal da Cidade Online?

Então, faça a sua assinatura do JCO e navegue no site sem nenhuma publicidade.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar