assinante_desktop_cabecalho

PGR abre investigação contra Damares por tentar impedir aborto e ministra vai para o enfrentamento

Ler na área do assinante

Por causa de uma denúncia dos senadores do PT e do PROS, a Procuradoria-Geral da República, abriu investigação para apurar se a ministra Damares Alves, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, cometeu crime de responsabilidade ao tentar impedir que uma criança de 10 anos abortasse, em Recife, em agosto deste ano.

Caso comprovado algum crime, o inquérito será levado ao STF.

A ministra rebateu as acusações e disse que não tem nada a esconder e que ela mesma pediu à Polícia Federal que investigasse o caso. Inclusive, relatou que foi ao Espírito Santo, na época, devido à explosão no número de crianças grávidas naquele estado.

Por fim, Damares lembrou que é obrigação do Ministério que ela ocupa defender as crianças e é justamente isso o que ela faz.

Vale lembrar que o aborto foi duramente criticado pela equipe médica que atendeu a menina no estado natal dela, Espírito Santo. A ida da criança ao Recife só aconteceu porque os médicos anteriores se recusaram a fazer o procedimento, alegando que o aborto causava mais riscos à saúde da mãe do que o próprio nascimento do bebê.

Noutras palavras, a ministra será investigada por ter 'defendido a vida'.

Você se incomoda com as publicidades no site?

Você quer ajudar o Jornal da Cidade Online?

Então, faça a sua assinatura do JCO e navegue no site sem nenhuma publicidade.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar