assinante_desktop_cabecalho

Professora que afirmou durante aula que Bolsonaro havia 'armado' para Marielle é demitida

Ler na área do assinante

Após quase uma semana da divulgação de que uma professora havia afirmado, em uma aula online, que o presidente Jair Bolsonaro teria mandado matar Marielle Franco, a instituição de ensino onde a professora trabalhava confirmou a sua demissão.

O fato aconteceu durante uma aula online, a mulher era professora da disciplina de Redação, em um colégio particular de Rio do Sul, em Santa Catarina.

O tema da aula era violência política e a educadora discorreu exemplificando que o caso que aconteceu com o atual presidente Jair Bolsonaro, quando foi esfaqueado durante um comício na cidade de Juiz de Fora, em 2018, não seria um exemplo, visto ter sido um cidadão comum que desferiu o golpe.

A seguir, a professora afirmou que Marielle Franco foi assassinada por ordens de Bolsonaro:

“Agora, o que Bolsonaro armou para matar Marielle Franco, ele sendo político matando uma outra política, isso sim, é um a violência política”, afirmou a mulher, durante a aula.

Demissão merecida. Cometeu um crime. Deveria ser processada.

Você se incomoda com as publicidades no site?

Você quer ajudar o Jornal da Cidade Online?

Então, faça a sua assinatura do JCO e navegue no site sem nenhuma publicidade.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar