É preocupante quando a paixão desenfreada sobrepõe a razão

O que mais me preocupa não é a situação política do Brasil. É a situação social do povo brasileiro que está discutindo, não suas ideias, mas suas pessoas.


Deixaram a razão de lado e passaram à paixão desenfreada, agressiva e, até a amizade antiga, está sendo trocada pela agressão, por uma posição política que sequer sabemos, com certeza, a mais correta.

Discutir política é um ponto fundamental na vida das pessoas. Discutir pessoas não é um ponto fundamental na política. Há de se ter respeito antes de mais nada. Antes de opiniões - abalizadas ou não - há de se respeitar o direito do pensamento e da posição do outro. Aliás, política não se discute. Debate-se num nível educado, maduro e sincero.

Afinal quem há de ganhar com a vitória do bom senso, somos todos nós.

O bom senso está em todos os lados. Basta que saibamos aplica-lo com humildade, honestidade e respeito, para que todos sejamos signatários do bem-estar social. Nunca se deve aumentar o volume da voz para se fazer ouvir. Quem grita ou agride verbalmente ou literalmente, é porque seus argumentos são muito fracos ou até mesmo não existam.

Tem políticos que gritam esbravejam, têm ataques e não conseguem convencer ninguém de sua lisura, de sua reputação, de sua dignidade e de sua probidade. A não ser os que, como eles, têm que gritar para tentar conquistar algum direito, que normalmente não têm!

Euclydes Bezerra

Advogado e jornalista

                            https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política