assinante_desktop_cabecalho

“Nervosinho” Eduardo Paes tenta se eleger em cima de memória fraca do eleitor carioca (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Caiu como uma “bomba” o vídeo que o youtuber, Ed Raposo, divulgou sobre o candidato à prefeitura do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM).

“Estou aqui gravando um vídeo que eu pensei que nunca fosse precisar gravar, mostrando ao Rio quão nocivo é Eduardo Paes pra essa cidade. Muita gente alega que iria votar no ‘Duduzinho’ porque ele seria ‘menos pior que Marcelo Crivella (Republicanos). Será?”, questionou o mídia.

E disparou:

“Pior que o Paes, só o Paes de novo pela terceira vez”, informando aos inscritos do Canal que “jorrou dinheiro por aqui (RJ) antes, durante e depois da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Mais oportunidade de mamar na teta e meter a mão no erário”

Para quem não se lembra, na gestão de Paes houve muitas obras públicas feitas sem licitação com a justificativa de que não havia mais tempo a se perder com o processo, que era muito demorado. “É aí que o político faz a festa”, explica Raposo.

Eduardo Paes, ex-prefeito e atual candidato no Rio, é réu na Justiça Eleitoral por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Foi, inclusive, alvo de um mandado de busca e apreensão, em setembro passado.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Eleitoral, Paes recebeu R$ 10,8 milhões em “vantagens indevidas”, por meio de “Caixa 2” feito para a reeleição dele, em 2012.

Paes solicitou que o marqueteiro de sua campanha, na época, Renato Pereira, recebesse valores de “Caixa 2”. Esses valores supostamente seriam para pagar a agência de publicidade e, por não declarar os valores recebidos, acarreta em falsidade ideológica. No Departamento de propina da Odrebechet, Paes possuía o codinome de “Nervosinho” e teria recebido 18 parcelas em “dinheiro vivo”.

A Justiça Federal também manteve uma ação contra Eduardo Paes por corrupção em obra olímpica, no Complexo Esportivo de Deodoro, para as Olimpíadas de 2016. O Consórcio escolhido para realizar a obra era composto pelas empresas Queiroz Galvão e OAS. A última empreiteira é a mesma citada no processo do ex-presidente condenado, Luis Inácio Lula da Silva (PT), que bancava reformas milionárias no triplex do comunista em troca de acordos milionários com o Governo Federal. Tudo devidamente registrado no processo da Operação Lava Jato.

Além dos processos citados, anteriormente, Paes responde por suposto pagamento de propina para estender a concessão da Linha Amarela por mais 15 anos à empresa Lamsa. Auditoria encaminhada ao MPF confirmou 148 milhões no esquema. E outros processos referentes à empresa Rio Ônibus, Farra dos Guardanapos em Paris e o sumiço de 6 vigas com 110 toneladas para o Porto Maravilhas.

Em conversas telefônicas entre Paes e Lula, autorizadas pela justiça durante a Lava Jato, o candidato à prefeito revela:

“Mas, presidente, conta comigo mesmo. O senhor sabe da minha gratidão. Aqui, o senhor tem soldado. Minha vida começou com Lula e Cabral”, derreteu-se.

O PT agradece da melhor forma: apoiando o “soldado” na eleição municipal de 2020.

“Segundo turno é para votar contra, não a favor. E decidimos não ao Crivella”, declarou Washington Quaquá, vice-presidente nacional do partido.

Ao passo que o PT Rio endossou a orientação, pedindo pra “militância” votar contra Crivella.

"Consideramos que derrotar Crivella e Bolsonaro é a prioridade" e que esperamos que "Eduardo Paes, eleito, cumpra suas promessas eleitorais".

O eleitor agora já sabe o porquê.

Confira:

Um movimento apócrifo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e implantar o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Ajude o JCO a continuar sobrevivendo com independência. Faça a sua assinatura.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar