Paulo Siufi, o vereador fanfarrão, chama eleitores de ‘Zé qualquer’

Além de não ter a mínima responsabilidade com o erário - situação demonstrada em suas gestões como presidente da Câmara, em sua atuação como médico do município, quando gazeteava plantões e em sua nefasta atuação como ‘meeiro’ da saúde na ‘administração’ do pastor Gilmar Olarte – o vereador Paulo Siufi também não tem o mínimo respeito pelo cidadão, aquele mesmo que ele visita em época eleitoral em busca do voto.


Autor do projeto de lei intitulado ‘lei da mordaça’, ele foi surpreendido por questionamentos de entidades ligadas a defesa dos direitos humanos, em relação à restrição da abordagem de temas relacionados à ideologia de gênero, religião e política em escolas, e acabou ficando em saia justa. 

Pressionado e sem saida, o boquirroto esbravejou: ‘Eu sou culto, não sou um Zé qualquer, e não sabia que esta lei ia causar esta celeuma toda’.

Sem dúvida, um mero fanfarrão, falso moralista, inconsequente e falastrão.

Que receba uma boa e adequada resposta nas urnas em outubro, de todos os ‘Zé qualquer’ de Campo Grande.

Lívia Martins

liviamartins.jornaldacidade@gmail.com

                        https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco MS