assinante_desktop_cabecalho

Carta aberta de Zambelli a Camarotti: "O senhor não tem postura de jornalista"

Ler na área do assinante

A deputada Carla Zambelli publicou nesta sexta-feira (20) uma 'Carta Aberta' ao dito 'jornalista' da Globo News Gerson Camarotti.

A parlamentar rebate uma 'notícia' veiculada pelo jornalista, dando conta que a invasão hacker ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), teria ligação com os inquéritos que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF) contra Zambelli e outros aliados do presidente Jair Bolsonaro.

Veja abaixo a íntegra do documento:

"Hoje eu e meu marido estávamos pensando em assistir um filme, mas antes de escolher, ligamos a TV e meu marido começou a zapear, parou na Globo News, que falava sobre hackers e invasão a dados do TSE.
Fiquei ouvindo quase que no automático, vendo se dali sairia algo novo sobre o vazamento de dados de ministros e funcionários do TSE, mas a notícia era o Camarotti assegurando que o hackeamento se limitou à extração de dados e não havia correlação com qualquer possibilidade de fraude na eleição.
Depois disse que isso abriu uma brecha para que pessoas questionassem uma ‘impossível’ fraude nestas eleições, em seguida, ligou este fato aos inquéritos no STF aos quais estou inserida como investigada, tendo tido inclusive meus sigilos bancário, telefônico e telemático quebrados. Ele disse que está tudo conectado e fecha com chave de ouro usando a expressão ‘bolsonaristas’.
Mudei de canal então e passei 3h assistindo seriados e remoendo o comentário do Camarotti.
Me lembrei do dia em que eu estava acorrentada à pilastra do salão verde para que o impeachment de Dilma Rousseff fosse acolhido por Cunha e ele me perguntou:
‘Vocês acham que uma pessoa investigada tenha condições de Presidir o processo?’.
Respondi que não era o investigado que acolherá o processo, mas a instituição ‘Presidência da Câmara’ a responsável por acolher a peça. Ora! Ele queria que fizéssemos o que naquele momento?
Alias, tudo ocorreu como tinha de ser: Cunha foi bastante profissional durante todo o processo e logo após a queda de Dilma, o Waldir Maranhão assumiu a Presidência da Casa e quase anulou todo o processo, incendiando o país.
Mas voltando ao dia de hoje...
Qual é a fonte do Camarotti?
De onde ele tira tanta certeza de que todos os dados das eleições ficaram intactos?
A própria Polícia Federal, em testes realizados há um par de anos detectou falhas e abertura para fraudes.
Se ele citou que os investigados são os mesmos que estão levantando questionamentos sobre o sistema, porque não me deu a oportunidade de responder, já que colocou ‘palavras’ também na minha boca?
Chegou a falar que a intenção de quem está nos inquéritos e questiona o apagão, é criar instabilidade, dentre outras coisas.
Maia já disse claramente que os inquéritos serviram para calar a população sobre possíveis ‘fake news’ sobre candidatos... E o resultado disso? Menos esquerda eleita e mais DEM e PSDB.
Ora, conecte todos os pontos e terá uma novela mexicana ou um filme de Hollywood. Só que neste caso, Camarotti, a carapuça não me serviu, mas me indignou.
Sou mãe, sou responsável, participei de centenas de atos sem qualquer tipo de violência, sem falsa arrogância, fui uma das protagonistas na queda da ex Presidente Dilma e agora respondo a um inquérito ILEGAL por atos DITOS antidemocráticos, quando na verdade alguns deles foram para defender, inclusive, o pacote anticrime do seu tão querido Sergio Moro.
Estes foram atos antidemocráticos?
O outro inquérito, também ilegal, respondo porque Alexandre Frota (denunciado pelo MP por falsidade ideológica), Joice Hasselmann (responde a inquérito que investigará os crimes de constrangimento ilegal, difamação, falsidade ideológica e associação criminosa) foram os principais denunciantes.
Tenha o mínimo de decência de perguntar às suas fontes se não só como representante do povo, mas como CIDADÃ, eu não tenho o direito de questionar e não sou eu quem deve provar que houve fraude, mas eles nos provarem que não houve.... aí está o ponto, que você como jornalista deveria esmiuçar e não jogar uma bomba nos pés de pessoas que estão em seu direito de desconfiar SIM de um sistema que não é auditável.
O Sr não tem tido postura de jornalista, mas de passador de recados contra os interesses republicanos.
Shame on you.”

Um movimento apócrifo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e implantar o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Ajude o JCO a continuar sobrevivendo com independência. Faça a sua assinatura.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar