assinante_desktop_cabecalho

Não foi pela cor da pele

Ler na área do assinante

No Brasil morrem pessoas todos os dias, mas a agenda e sua pauta política não podem esperar para lacrar. Querem um símbolo, de preferência para abalizar como crime de racismo, é óbvio.

Sim, eles querem um Floyd a brasileira e querem de qualquer jeito, já que Mariele finalmente morreu e só vive agora estampada em alguma porta de gabinete psolista ou nos decalques de camisas de jovens tolos dos DCEs universitários.

No Brasil, pessoas pretas, - negro é narrativa linguística, morrem de forma covarde, mas também morrem brancos de forma covarde e também morrem indígenas de forma covarde. Pare de se enganar.

Você já foi a uma comunidade, já deu aulas dentro da 'favela'? Eu já.

Por lá, os traficantes, em sua maioria pretos, matam pretos, sabia? Já vi um aluno morto na calçada da escola, na saída da ruela cravado de tiros e outro morto a pauladas e jogado no riacho onde os porquinhos se banhavam. Todos eram pretos e foram mortos por pretos.

Esse é o país que você e eu vivemos as pessoas se MATAM. Ainnnn, fessora, mas você está justificando...

- Cala a boca e lê até entender.

Se vale falar de uma morte covarde, vale falar de todas, mas não vai acontecer. Querem botar fogo no parquinho mesmo e você, compra a narrativa porque se não sabe, esse é um movimento mundial. Querem dividir, criar o caos e dominar.

Emplacar a morte deste homem por seus seguranças trogloditas como bandeira por racismo, rende mais! Capiste? Assim como aconteceu com a pobre cadelinha morta em outra filial por outras personagens sem noção e levantarem bandeiras de boicote a rede. Como assim? Pessoas que nada têm com isso, homens e mulheres que sustentam seus lares, dependem daquela empresa.

Cidadãos matam cidadãos, sempre foi assim. Há pessoas más e pessoa boas. Em que mundo você vive, miséria, que não entendeu essa coisa?

Alguém aí se lembra da mulher morta há pouco mais de um mês dentro da Igreja CATÓLICA em Nice, na Catedral de Notre Dame?

O nome dela era Simone, era preta e era mãe. E estava REZANDO. Ela deixou três filhos pretos órfãos, cadê a comoção???. Ela morreu de forma cruel a facadas por um jihadista. Não ouvi nada sobre levantarem-se contra o Islã por aquela pobre alma. Zero. Nada. Hipócritas.

Já disse isso por aqui e repito, quanto mais as pessoas comprarem os rótulos de uma divisão que não deveria existir, mais teremos episódios de ódio sendo manipulados pela mídia que infla e mente.

O que de verdade "matters" para essa gente é money. "Money matters" e não as vidas de negros ou brancos ou pardos ou indígenas...mas eles te dirão o contrário e se você bobear, pimba, já estará tascando no estabelecimento comercial, com punho cerrado e escrevendo BLM que você não tem nem ideia do que seja.

Não foi por racismo, foi por DEShumanidade, que faz com que homens matem homens.

É a lógica não se deixe enganar.

Patricia Cortes

Um movimento apócrifo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e implantar o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Ajude o JCO a continuar sobrevivendo com independência. Faça a sua assinatura.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar