assinante_desktop_cabecalho

Os números mostram a decadência de Lula e do PT e a derrota acachapante da esquerda

Ler na área do assinante

Muitas manchetes na semana pós-eleições noticiaram uma vitória da esquerda.

Um ressurgimento do movimento contra a onda conservadora que tomou conta do país em 2018.

Mera vontade advinda das redações repletas de ‘jornalistas’ esquerdopatas.

Os números mostram o contrário.

E, como diz o ditado, os números não mentem...

Levando em conta apenas o primeiro turno, o PT conquistou 189 prefeituras, mas nenhuma em capitais. Já o PCdoB elegeu 46 prefeitos, e agora aguarda ansioso o resultado de Manuela D’Avila, no segundo turno da capital do Rio Grande do Sul.

Quanto ao Psol, o atual “queridinho” da esquerda progressista, conseguiu apenas 4 prefeituras.

Números pouco expressivos em um país com 5.567 municípios...

Nas eleições municipais de 2016, o PT elegeu 254 prefeitos, o PCdoB 82 e o Psol 2.

Então, de onde surgiu a ideia de vitória esquerdista?

O PT, em 2012, conquistou a prefeitura em 638 cidades. Em 2016, 254. E, agora, em 2020, apenas 189.

O PT, em 2016, já decadente, conquistou 2.815 cadeiras nas Câmaras de Vereadores do país. Este ano o resultado foi de 2.665.

Considerado, há muitos anos, como o representante principal do movimento de esquerda no Brasil, o PT vem perdendo espaço, sistematicamente, a cada eleição.

A decadência do partido, na opinião dos próprios políticos de esquerda, é culpa de Lula, que em prol de uma visão exclusivista, divide a esquerda política, ao invés de promover alianças políticas.

Lula já vem sendo questionado mesmo dentro de seu partido, que começa a renegar seu autoritarismo nas decisões políticas.

Uma amostra disso se deu nessas eleições, quando, apesar das instruções do petista para que os candidatos utilizassem o espaço eleitoral para fazer uma campanha anti-Bolsonaro, muitos preferiram ignorar as ordens de Lula e fazer campanha em busca de votos.

A esquerda, agora, paga o preço do narcisismo de Lula, que já não consegue eleger prefeito nem onde mora.

O político chegou a dizer que era questão de honra eleger o “seu” candidato a prefeito em São Bernardo do Campo, Luiz Marinho. Porém, o adversário Orlando Morando (PSDB) foi eleito com 67,28%.

Quem analisa os números fica perdido procurando onde está a vitória esquerdista anunciada por muitos meios de comunicação...

Um movimento apócrifo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e implantar o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Ajude o JCO a continuar sobrevivendo com independência. Faça a sua assinatura.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar