Descoberto o motivo de a Globo vender a Som Livre... É inacreditável!

Ler na área do assinante

A resposta é simples: as Organizações Globo, mega grupo de comunicação, precisam de dinheiro “vivo” em caixa para operar as outras empresas do grupo. E, para isso, o ideal seria vender uma propriedade que não estivesse tão ligada ao nome do conglomerado para não levantar suspeita de que os administradores precisam de valor substancial para saldar outras dívidas.

O mercado fonográfico “pirou” com a venda da empresa, já que ela operava no azul, faturava “alto” no digital, teve duas grandes “entradas” de dinheiro e não possuía dívidas. Mas, entre ela e o Jornal O Globo, por exemplo, é melhor para a imagem da Organização a primeira opção. Ou imagina o alvoroço que seria a Globo anunciar a venda de um daquele que foi o jornal mais conceituado do Brasil? Seria como admitir que a verba do Governo Federal, cortada pelo presidente Jair Bolsonaro, está, realmente, fazendo falta.

As Organizações Globo nunca assumiram isso, mas o fato é que estão “sangrando” desde 2019, quando as demissões de “globais” começaram “em massa” e não terminaram mais. Programas cancelados, patrocinadores perdidos e a grade de exibição da casa sofreu tanto com a contenção de verbas, que a TV teve reexibir novelas antigas porque não tinha recursos para bancar o aparato de que precisava para gravar novos folhetins.

Mas, apesar de a Som Livre ser uma empresa musical e operar no show business, a ideologia política dos seus dirigentes não “caiu bem” para três dos principais nomes sertanejos: os milionários Gustavo Lima e Henrique & Juliano. Os cantores abalaram os fundamentos da corporação fonográfica, quando decidiram fazer trabalhos com a concorrente ou de forma independente.

Isso foi um “tiro de misericórdia” para a frágil Som Livre, que não investe muito em produção e distribuição de CD porque o mundo digital é rápido e dá lucro, muito lucro.

Foi uma grande “rasteira” da qual o jogador não conseguiu se levantar. Vamos ver qual será o próximo “peão” a cair.

Um movimento apócrifo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e implantar o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Ajude o JCO a continuar sobrevivendo com independência. Faça a sua assinatura.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Fonte: Metrópoles

da Redação
Ler comentários e comentar