Não culpemos a vítima do crime que ela sofre

Ler na área do assinante

O Brasil é o país com o maior número de mau-caráter infiltrado na política, em cargos eletivos. Desde um vereador de uma cidade pequena até um Senador da República, passando por Prefeitos e Governadores.

Nenhum outro local do planeta possui a proporção de banditismo e vagabundagem dentro do Estado, nos Poderes da República e nas Instituições.

Se fosse uma competição, nosso país venceria todos os anos, e seria “hors-concours”.

E daí, tem gente que gosta de perguntar assim: “onde foi que nós, povo, erramos?”

Obviamente, para se perguntar isso, a pessoa, por uma conclusão lógica, parte do princípio de que esse cenário decorre de alguma ação (ou omissão) nossa.

Mas é errado pensar assim. Nós, o povo, somos a vítima. E não se pode responsabilizar a própria vítima pelo crime que sofre.

Isso tudo que acontece, nesse ambiente degradado e putrefato, estabelecido há décadas, é culpa dos próprios bandidos que se apossaram das instituições e do Estado brasileiro, fazendo o povo de escravo e retirando a sua liberdade.

Não culpemos a vítima do crime que ela sofre, repito.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Ler comentários e comentar