Em contradição, Marcius Melhem diz que Calabresa mentiu: "Jamais tive nenhuma relação que não fosse consensual"

Ler na área do assinante

O ex-diretor global, Marcius Melhem, parece que desistiu de ficar calado sobre as denúncias que ex-colegas de trabalho dele fizeram sobre o comportamento do ator e roteirista da Rede Globo.

Recentemente, ele usou o Twitter pra se justificar e também contra-atacar as “adversárias”.

“Quero poder pedir desculpas e cobrar responsabilidade. Vou em busca da verdade”, justificou-se, à princípio.

Depois da matéria divulgada pela Revista Piauí, ele se recusou a dar entrevista sobre o caso, alegando que “a sentença já estava dada”.

"Qualquer pessoa que tenha convivido comigo sabe que eu jamais cometeria algum ato de violência e que nunca forcei ninguém a nada. Mas, parece que o único objetivo está sendo bem-sucedido: a minha condenação na opinião pública", declarou, desmentindo os colegas que o delataram.

Mas, ao que tudo indica, ele voltou atrás, e concedeu entrevista ao UOL na qual diz:

“Depois de um ano, eu consigo entender que tudo que aconteceu e está acontecendo comigo, aconteceu a partir dos meus erros”.

Seria um pedido de desculpas ou retratação para as mulheres assediadas que eram suas subordinadas???

Ao que parece, não!

Logo em seguida, contraditório, ele tentou 'desmentir' as denunciantes:

“Eu fui um homem tóxico, um marido péssimo, uma pessoa que cometeu excessos em se relacionar com pessoas dentro de seu próprio ambiente de trabalho, coisa que eu não via problema; mas, hoje, entendo todas as nuances que isso pode ter”, completando que “é preciso dizer que, em cima dos meus erros e das coisas que efetivamente eu fiz, tem muita coisa sendo falada que é mentira”, disparou.

Melhem acredita que a advogada Mayra Cotta, que assessora um grupo de mulheres que trabalhou com ele e o denunciam, traçou um perfil falso dele “de um abusador serial e de uma pessoa com hábitos violentos” que não seria verdadeiro.

“Eu jamais tive nenhuma relação que não fosse consensual e jamais pratiquei nenhum ato de violência com quem quer que seja na minha vida”.

Para provar o que disse, apenas a palavra dele contra a delas. O processo que elas iniciaram contra ele tem 43 testemunhas. Mas, ele decidiu não ficar mais quieto e moveu ação contra Mayra, alegando que a defensora o acusa sem provas.

“Uma advogada devia ser a primeira pessoa a acreditar na lei e não buscar justiça pela imprensa”.

Em seguida, ele movimenta seu arsenal contra a primeira denunciante, a humorista Dani Calabresa que, desenvolveu trabalhos diretamente com ele na Rede Globo.

“É uma pena eu ter que fazer isso, mas estou interpelando a Dani Calabresa para que ela confirme ou desminta o teor da matéria da Piauí (revista), porque eu e ela sabemos que aquilo não aconteceu”, disparou, omitindo que a atriz Maria Clara Gueiros saiu como testemunha da amiga e confirmou ter presenciado atos de abuso do ex-chefe contra a colega de profissão.

Em uma ocasião, depois de uma festa em que agarrou Calabresa, ele teria mostrado o seu pênis a ela (entre outras coisas mais), e depois ainda correu atrás dela, gritando:

“Para. Para. Para. Eu não tenho culpa do que aconteceu. Quem mandou você estar muito gostosa??”, disse, enquanto a perseguia em volta de uma mesa do cenário. A atriz Maria Clara presenciou a cena e pediu para o chefe deixar a colega em paz.

Dani Calabresa foi a primeira mulher a fazer denúncia presencial contra o diretor à alta cúpula da empresa.

O Grupo Globo demitiu Melhem em agosto deste ano.

“Nunca quis ser vista como uma mulher assediada. Mas, para recuperar a minha saúde, precisei me defender. Tomei as medidas cabíveis para conseguir ajuda”, explicou Calabresa, em suas redes sociais.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar