O silêncio da "turma da lacração" sobre o assassinato covarde de um PM (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O silêncio vergonhoso da militância esquerdista e da "turma da lacração" diante do assassinato violento do policial Derinaldo Cardoso dos Santos, na Baixada Fluminense, não passou despercebido dos internautas. Nas redes sociais, várias pessoas se manifestaram cobrando posicionamento de "intelectuais", políticos e até de famosos comunistas.

Muitos usuários do Twitter lembraram que a morte do cabo da PM não teve a mesma comoção que o assassinato de um cliente no supermercado Carrefour, em Porto Alegre; porque o policial era militar e branco.

“Essa criança perdeu o pai assassinado por uma “vitima da sociedade” defendido pela esquerda. Quem vai agora explicar para essa criança o que aconteceu?”, questionou um internauta.

Outra usuária disse:

“Não haverá comoção da imprensa e movimentos de esquerda. Afinal, ele não era negro nem bandido. Apenas PM”.

O policial militar, que tinha 34 anos e há dez estava na corporação, morreu, na sexta-feira (04) com um tiro na cabeça, depois de tentar impedir um assalto na loja Casa e Vídeo, em Mesquita.

Os bandidos fugiram do local, deixando para trás outra vítima baleada na coxa. Ela foi medicada e passa bem.

Derinaldo, infelizmente, não teve a mesma sorte. Sabendo dos riscos a que era submetido todos os dias pela criminalidade, ele fez um desabafo surpreendente, em outubro passado, quando um amigo de profissão faleceu, também alvejado com um tiro na cabeça.

“Muitas pessoas vêm me dizer que foi a profissão que nós escolhemos, que quando nós escolhemos ser policiais, sabemos de todos os riscos e, quando nós entramos na Polícia Militar, nós juramos sacrificar nossas vidas em defesa da sociedade, de cidadãos que nem nos conhecem e, muitas vezes, nos criticam”, desabafou, lamentando que a grande parte da sociedade não reconheça os esforços que os policiais fazem, diariamente, para manter os cidadãos seguros.

Confira:

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar