Nelsinho, onde você arrumou R$ 315 milhões?

O cidadão Nelson Trad Filho, ocupou o cargo de prefeito de Campo Grande durante oito anos, onde recebia salário em torno de R$ 20 mil reais. É médico do estado de MS, onde recebe salário de R$ 10 mil reais. Os salários não são cumulativos.


Enquanto exerceu os mandatos eletivos teve que fazer opção por um dos dois salários. Óbvio que deve ter optado pelo salário de prefeito.

Esse moço é filho de um advogado, o dr. Nelson Trad, já falecido. O velho Trad deixou uma herança que certamente não ultrapassa os R$ 5 milhões de reais, para ser dividida entre a viúva meeira, dona Terezinha Mandetta Trad e os seus cinco filhos. Ou seja, cada filho ficou com um patrimônio de no máximo R$ 500 mil.

O ex-prefeito optou por um imóvel localizado na rua Padre João Crippa, onde funciona a sua clínica de urologia.

Assim, se guardasse os seus salários como prefeito, durante os oito anos que permaneceu no cargo, Nelsinho teria juntado algo em torno de dois milhões de reais.

Em 2004 quando concorreu pela primeira vez à prefeito, Nelsinho Trad declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 2.280.598,61, onde constavam dois apartamentos em nome da então esposa, a atual deputada Antonieta Amorim, irmã do gangster João Amorim.

Pois bem, o que foi exposto, nos remete ao título da matéria, onde Nelsinho Trad arrumou os  R$ 315 milhões que foram sequestrados de suas contas nos processos que responde por improbidade administrativa?

Talvez o ex-cunhado saiba responder.

Lívia Martins

liviamartins.jornaldacidade@gmail.com

            https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco MS