Magazine Luíza é condenada por discriminação contra funcionário gay

Ler na área do assinante

Nada como um dia após o outro,

A empresa Magazine Luíza, da empresária Luíza Trajano, que recentemente tentou ‘lacrar’ oferecendo vagas exclusivas para candidatos negros, acaba de ser condenada por discriminação contra um funcionário gay.

A sentença condenatória estipulou uma indenização de R$ 40 mil e foi aplicada pelo Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina.

O funcionário afirmou que sofria humilhações do gerente, por ser gay.

“Em sua casa quem dá, você ou seu marido?”, teria sido uma das ofensas, segundo relato de uma cliente, constante nos autos do processo.

A empresa foi responsabilizada por não impedir o assédio moral.

A Magazine Luiza ainda sofreu condenação por outros motivos. Comissões por vendas canceladas, horas extras não compensadas no banco de horas, indenizações por desrespeito ao descanso mínimo entre jornadas e pelo não fornecimento do uniforme completo e alimentação.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar