Justiça italiana mantém condenação e declara Robinho culpado por estupro

Ler na área do assinante

O atacante Robinho, atleta do futebol brasileiro, foi condenado a nove anos de prisão por ter participado de um estupro coletivo, em Milão, no ano de 2013.

A segunda instância do Tribunal de Apelo de Milão confirmou a decisão, anteriormente dada pela primeira instância, que considerou o atleta brasileiro culpado da acusação de estupro, quando residia na Itália e atuava pelo Milan.

Robinho não compareceu ao Tribunal, assim como fez em 2017. Pois, de acordo com a legislação italiana, a presença do acusado não é obrigatória.

Além dele, o amigo, Ricardo Falco, é apontado como outra pessoa que também participou do estupro coletivo e, por isso, responde ao mesmo processo.

O caso, agora, será encaminhado para a terceira instância da justiça italiana, a Corte de Cassação, que deverá proferir a decisão final e definitiva sobre os réus.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar