Câmara da Argentina aprova legalização do aborto e gera "festa" de militantes nas ruas (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Nesta sexta-feira (11), a Câmara dos Deputados da Argentina aprovou um projeto de lei para legalizar o aborto até a 14ª semana de gravidez.

Atualmente, a legislação argentina só permite a interrupção voluntária da gravidez em caso de sério risco para a mãe ou em casos de estupro.

O texto foi aprovado com 131 votos a favor e 117 votos contra, e o debate da votação durou mais de 20 horas.

No dia anterior, manifestantes fizeram protestos em frente ao Congresso em atos contra e a favor do projeto, que conta com o apoio do presidente Alberto Fernández.

O próximo passo para a aprovação é a votação pelo Senado, que deve ser mais acirrada. Se a lei for aprovada, a Argentina se tornará o quarto país da América Latina a legalizar o aborto.

Confira vídeos da "festa" feita por militantes argentinos:

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar