Polícia Federal deflagra megaoperação para desmontar esquema milionário de corrupção no DNIT

Ler na área do assinante

A Polícia Federal (PF) deflagrou uma enorme operação, denominada de “Zigzag II”, para desmontar e combater os crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, organização criminosa, fraude em processos licitatórios e na execução de contratos dentro do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

A operação tem o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Ministério Público Federal (MPF) e o foco dos investigadores são os contratos das obras rodoviárias do DNIT, que totalizam mais de R$ 1,1 bilhão. Os crimes apurados deram um prejuízo aproximado de mais de meio bilhão de reais aos cofres públicos. Doze servidores já foram afastados, sendo quatro ex-superintendentes.

A 4ª Vara Federal de Belo Horizonte expediu sete mandados de busca e apreensão, uma ordem de afastamento de servidor, bloqueio de quase R$ 50 milhões dos investigados e impedimento de três pessoas jurídicas de contratarem com a Administração Pública.

Os investigados estarão sujeitos a até 40 anos de prisão, se condenados.

Lembrando que o estado de Minas Gerais, onde todas as fases da operação ocorreram até o momento, tem a maior malha rodoviária do Brasil. Mas, a falta de manutenção das estradas resulta em centenas de mortes e alto prejuízo econômico, ano após ano.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar