Polícia faz Megaoperação para desarticular grupo criminoso ligado a investigados da Lava Jato

Ler na área do assinante

Na manhã desta terça-feira, 15, a Polícia Civil deu andamento a uma megaoperação com o objetivo de desarticular um grupo criminoso com atuação interestadual e internacional ligado a acusados da Lava Jato.

A Operação Pianjú é realizada nos estados do Espírito Santo (Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica), São Paulo (capital, Santos e Jaguariúna), Ceará (Fortaleza) e Alagoas (Maceió).

Os agentes cumprem mais de 120 mandados judiciais: 18 mandados de prisão preventiva; 5 mandados de prisão temporária; 30 mandados de busca e apreensão; 23 sequestros de embarcações; 43 ordens judiciais de bloqueio de contas bancárias; 2 ordens judiciais de suspensão de atividades econômicas.

Dentre as ordens de busca e apreensão, há 12 imóveis, 3 veículos de luxo (Porsche Panamera, Maserati Granturismo S e Mercedes Benz GLA200FF), 12 motos aquáticas e 11 embarcações

O grupo criminoso é acusado de praticar os crimes de “organização criminosa, lavagem de dinheiro, falsificação de documentos públicos e particulares, inserção de dados falsos em sistemas informatizados, falsidade ideológica, estelionato e falsa comunicação de crime”.

O grupo investigado na ação desta terça teria movimentado mais de R$ 800 milhões. Os alvos dos mandados de prisão são membros responsáveis pelo esquema de lavagem de capitais, realizado por meio de empresas de fachada e fictícias. Estas eram criadas a partir de identidades falsas, expedidas pelo setor de identificação da Polícia Civil do Espírito Santo.

Segundo a polícia, a “organização criminosa se valia da precariedade do sistema atual de emissão de identidades civis e os beneficiários da lavagem, ou seja, os ‘clientes’ que tinham os valores remetidos para contas de empresas na China e Estados Unidos”.

A ação desta manhã é conduzida pela Divisão Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV/DEIC) e Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco/MPES), com apoio das Polícias Civis de São Paulo, Alagoas, Ceará e da Capitania dos Portos.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar