Deputado irá pedir o impeachment de Fachin, após suspensão de alíquota zero sobre armas

Ler na área do assinante

Nesta terça-feira (15), o deputado federal do Mato Grosso, José Medeiros, declarou que irá pedir o impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin.

O motivo para o pedido é a decisão do ministro em revogar a medida do presidente Jair Messias Bolsonaro, que zerava a alíquota sobre a importação de revolveres e pistolas.

Medeiros afirmou que encaminhará o pedido de impeachment de Fachin ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

Em sua conta no Twitter, o parlamentar publicou:

“Diante da falta de segurança jurídica e por analogia ao entendimento do ministro Fachin, no julgamento sobre tributação de armas, levarei ao presidente Davi Alcolumbre o pedido de impeachment do ministro”.

É mais um pedido de impeachment para ser engavetado pelo sempre subserviente senador do Amapá.

Felizmente, a partir de fevereiro do próximo ano, teremos um novo presidente no Senado Federal.

A sociedade precisa pressionar para que o sucessor de Alcolumbre tenha um mínimo de coragem e decência.

Confira:

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar