Leilão de cargos: Diário Oficial de véspera da votação sai recheado de nomeações

Pelo menos 26 órgãos da administração federal tiveram dezenas de nomeações publicadas no Diário Oficial na véspera da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff.


A negociação passou a ser feita de forma escancarada, com o deliberado oferecimento de cargos em troca de votos.

No Mato Grosso do Sul, um fato inusitado ocorreu no decorrer da semana. O delegado Regional do Trabalho, ligado a um deputado federal do PDT, foi demitido. Em seu lugar, nomeado um militante petista, ligado ao ex-governador Zeca do PT. Horas depois, após o deputado pedetista confirmar o voto contra o impeachment, o petista foi demitido e o antigo delegado novamente nomeado.

Um outro fato curioso aconteceu em Santarém, no Pará, um filiado do nanico PTN foi indicado para a diretoria do Incra, mas o PT local, que ocupava o cargo, não permitiu que ele assumisse.

Absurdos e insanidades em nome do poder.

da Redação

                    https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política