Polícia na “cola” do PCC: Mandados são cumpridos contra mulher de Marcola

Ler na área do assinante

Na manhã desta quarta-feira, 16, a Polícia Civil de São Paulo começou a cumprir 13 mandados de busca e apreensão em uma investigação sobre o patrimônio de familiares de Marco Williams Herbas Camacho, o Marcola, apontado como chefe do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que age dentro e fora dos presídios.

A operação tem como um dos alvos Cynthia Giglioli da Silva, mulher de Marcola.

Um dos locais de buscas ocorre no salão de beleza de Cynthia na Casa Verde, na Zona Norte de São Paulo, e em sua casa dentro de um condomínio em Alphaville, na região metropolitana.

Em 2008, Cynthia foi condenada, em segunda instância, a oito anos de prisão por lavagem de dinheiro e por formação de quadrilha.

Na casa de Alphaville foram apreendidos documentos, cartas e uma quantia de R$ 4.000 em dinheiro.

Além da mulher de Marcola, também são alvos os sogros dele, que teriam emprestado o nome para a compra de casas de alto padrão.

De acordo com as investigações, bens de altos valores foram adquiridos nos últimos anos e colocados em nome de parentes de Marcola, sem comprovação da origem lícita do dinheiro. A polícia suspeita que os recursos para aquisição dos bens tenham vindo de ações criminosas.

A polícia investiga lavagem de dinheiro.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar