‘Jogada’ para tirar Adélio da prisão esbarra em Nunes Marques

Ler na área do assinante

A defesa de Adélio Bispo de Oliveira vinha tentando sua transferência para um Hospital Psiquiátrico.

A unidade hospitalar pleiteada fica localizada em Minas Gerais, onde o criminoso ficaria bem próximo de sua família.

A decisão coube ao ministro Nunes Marques.

O magistrado do Supremo Tribunal Federal (STF) foi taxativo e decidiu pela permanência de Adélio na Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, em razão de sua alta periculosidade.

“O acórdão impugnado ressaltou a alta periculosidade do paciente e a necessidade de se lhe garantir a integridade física como motivos adicionais à manutenção da internação do paciente em estabelecimento federal”, afirmou o ministro.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar