MPE pede cassação de candidato de Ciro por abuso de poder e captação ilícita de voto

Ler na área do assinante

O Ministério Público Eleitoral, por meio da 1ª Zona da Comarca de Fortaleza e o Grupo Especial de Atuação Conjunta para Auxílio na Investigação de Ilícitos Eleitorais Complexos (GEACO), propôs a cassação dos registros de candidatura ou dos diplomas do prefeito eleito de Fortaleza, Sarto Nogueira (PDT) e o vice, Élcio Batista.

O MPE acredita que eles foram beneficiados pela prática de abuso de poder político e econômico e captação ilícita de sufrágio.

Na quinta-feira (17), uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) requereu o julgamento pela procedência da ação cumulada com Representação por Captação Ilícita de Sufrágio, determinando, cumulativamente, a cassação do prefeito e do vice. Além de Sarto e Élcio, os nomes de Lúcio Albuquerque Figueiredo Bruno, Marta Maria do Socorro Lima Barros Gonçalves e Francisco Albuquerque de Moura também estão inclusos.

Apesar de que a prática desses crimes está prevista no artigo 22, da Lei Complementar Federal nº 64/90, combinada com o artigo 14, da Constituição Federal, a investigação tramita em segredo de justiça por possuir documentos sigilosos.

Mas, a AIJE já solicitou a aplicação da multa prevista no artigo 41-A, da Lei nº 9.504/97, e a decretação da inelegibilidade dos promovidos: Lúcio Bruno, Francisco Barroso Rodrigues, Bruno Barros Gonçalves, Marcos Aurélio Bezerra Gomes, Vicente de Paula Farias Oliveira, José Cláudio de Freitas, Francisco Albuquerque de Moura, Maria do Socorro Nogueira Mendes e Adriano José Oliveira da Silva. Todos incorreram na prática de abuso de poder político e econômico.

A assessoria de comunicação do prefeito eleito, Sarto (PDT), afirmou que não irá se pronunciar até receber notificação oficial e ter acesso ao conteúdo da ação.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar