Justiça decreta prisão do ex-jogador de vôlei Giba

Ler na área do assinante

O ex-capitão da seleção brasileira masculina de vôlei, Giba, teve sua prisão decretada pela 7ª Vara de Família do estado do Paraná. O motivo é um processo pela execução de pagamento da pensão alimentícia dos filhos, movido por sua ex-mulher, Cristina Pirv.

Desde 2017, o campeão olímpico tenta diminuir o valor dos vencimentos, que hoje é de R$ 15 mil, justificando perda substancial de seus rendimentos após ter se aposentado das quadras. A pensão é para a manutenção de seus dois filhos: Nicoll, de 16 anos, e Patric, de 12 anos.

“Cansei de ficar quieto. São sete anos em que eu estou tomando porrada, em que ela (Cristina Pirv) procura a imprensa e expõe as crianças divulgando valores de processos que deveriam ser sigilosos. É inadmissível fazer isso com os nossos filhos. Se eu fosse um pai ruim, como ela diz, você acha que as crianças me ligariam todo dia, mandariam mensagem?”, desabafou Giba.

Apesar do posicionamento do Ministério Público favorável a Giba, a juíza determinou também o pagamento do valor integral devido desde março de 2018, que totaliza R$ 300 mil.

Já a defesa de Giba defende o posicionamento de que Cristina Pirv tem condições de dividir os custos mensais das crianças, que é o estipulado na legislação vigente. Além disso, alega que o processo prejudica a imagem do atleta, comprometendo sua situação financeira.

“Em 2018, eu tive um contrato de publicidade de três anos rescindido por causa da repercussão negativa do caso. Inclusive, por causa de uma penhora, a Cristina ficou com todo o valor da rescisão desse contrato, mais de R$ 60 mil”, afirma Giba.

Giba reside no Rio de Janeiro, na casa dos atuais sogros, e Cristina mora com os filhos na Romênia, seu país natal, o que faz com que o atleta não tenha a oportunidade de ver seus filhos há quase um ano:

“O que eu realmente quero é o direito de ver os meus filhos… Já faz 11 meses que eu não os vejo. Eu não aguento mais. Que isso possa se resolver o mais rápido possível para que eles tenham uma tranquilidade e, quando forem adultos, não precisem mais ver essas brigas. No fundo, eles não têm nada a ver com isso. Eu prezo pelo bem e pela segurança dos meus filhos. Pago mais do que a metade do que eles precisam pra viver com conforto Não aceito ser pintado como esse monstro que ela (Cristina Pirv) tenta criar”, finalizou o ex-jogador de vôlei.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar