Revista científica defende que certidões não devem incluir sexo do bebê para não ofender pessoas transgênero

Ler na área do assinante

A revista New England Journal of Medicine publicou um texto de opinião que defende que as certidões de nascimento devem deixar de ter indicação sobre o sexo do bebê, pois esta informação não traz qualquer mais-valia do ponto de vista ‘clínico’ e cria um risco de ‘prejudicar’ as pessoas transgênero.

O assunto, estapafúrdio e inacreditável, é discutido em matéria da 16ª edição da Revista A Verdade.

Está imperdível.

Para tanto, é importante que você leitor do Jornal da Cidade Online faça a sua assinatura.

Com isso estará atingindo dois objetivos:

- O acesso a um farto e qualificado conteúdo jornalístico.
- A decisiva colaboração para que o JCO continue se mantendo e sobrevivendo com absoluta independência.

Se você ainda não é assinante, faça agora mesmo a sua assinatura.

É rápido. É fácil.

Basta clicar no link abaixo e escolher o seu plano.

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você estará colaborando decisivamente com a nossa luta e sobrevivência.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar