Juiz de Fora também não se rende ao "lockdown" e sai as ruas contra decreto que proíbe comerciantes de trabalhar (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Depois dos exemplos de Búzios - RJ e Manaus - AM, de quão soberano deve ser o povo brasileiro, um grupo formado por lojistas, funcionários e clientes realizou um ato nesta segunda-feira, 28, em defesa da reabertura do comércio em Juiz de Fora, Minas Gerais (MG).

Atualmente na fase vermelha, a prefeitura de Juiz de Fora não autoriza o funcionamento de estabelecimentos considerados ‘não essenciais’.

O novo decreto prevê regras mais rígidas no período de 25 de dezembro a 07 de janeiro.

Com cartazes e palavras de ordem, o grupo pediu a reabertura das atividades comerciais.

Segundo a PM, os manifestantes caminharam pela Avenida Getúlio Vargas em sentido à Avenida Brasil, onde prosseguiram até chegar ao prédio da Prefeitura de Juiz de Fora.

“Todo o poder emana do povo”, diz a Constituição.

Confira:

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar