PEC por eleições diretas para presidente em outubro já está em andamento

Um grupo de senadores deve apresentar nos próximos dias uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) cujo teor será a realização de eleições diretas para presidente e vice-presidente da República no dia 2 de outubro deste ano.

O grupo formado pelos senadores João Capiberibe (PSB-AP), Walter Pinheiro (Sem partido–BA), Randolfe Rodrigues (Rede–AP), Lídice da Mata (PSB–BA), Paulo Paim (PT-RS) e Cristovam Buarque (PPS-DF), entende que qualquer decisão tomada pelo Senado sobre o impeachment de Dilma não resolverá a crise. Pelo contrário, vai torná-la ‘mais grave e aprofundar a divisão na sociedade’.

De acordo com a proposta, a duração do mandato desse próximo presidente seria definida posteriormente em discussão no Senado e na Câmara dos Deputados. A decisão seria sobre um mandato tampão ou um novo mandato, e ainda as condições necessárias para esse governo.

Os senadores, no entanto, deixaram claro que a PEC não interfere no andamento do processo de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff.

Para o grupo, o governo de Dilma Rousseff tem total responsabilidade pela crise. Mas os senadores também não veem legitimidade em Michel Temer e Eduardo Cunha para assumir os cargos de presidente e, na prática, de vice.

da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política