A Casa que envergonha a família campo-grandense

Quem um dia tiver paciência para comparecer a uma sessão da atual legislatura da Câmara Municipal de Campo Grande, das duas uma: vai sair do recinto horrorizado com o deprimente espetáculo proporcionado pelos ilustres vereadores ou vai se divertir muito, caso encare a situação como um ‘show de humor’, pois a casa está recheada de figuras hilárias, patéticas, verdadeiros ‘palhaços’, fracos intelectualmente, sem qualquer compostura e, na sua grande maioria, desonestos, sem o mínimo compromisso com a população.


O que a cidade gasta mensalmente para sustentar a medíocre corja, é, literalmente, dinheiro perdido, jogado fora, que vai para o lixo.

O detalhe sórdido é que foi justamente no ‘lixo’ que os vereadores encontraram inspiração para dar um golpe sem precedentes contra a cidade. Se chafurdaram num mar de lama, transformaram a Morena num verdadeiro 'chiqueiro'.

Felizmente, um pouco antes da cidade se desintegrar totalmente, a Justiça foi obrigada a interceder. 

Precisamos conscientizar as pessoas mais humildes, menos politizadas, do mal que esses politiqueiros representam para os homens e mulheres de bem, que trabalham decentemente e pagam os seus impostos com sacrifício.

Daqui, a partir de agora, até o dia da eleição, vou contar a história de todos eles, um por um.

Está aberta a campanha: Não reeleja nenhum vereador de Campo Grande.

Conto com a sua adesão.

Lívia Martins

liviamartins.jornaldacidade@gmail.com

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Foco MS