Pazuello age e pede a Guedes que suspenda exportação de seringas e agulhas

Ler na área do assinante

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, solicitou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que restrinja a exportação de insumos necessários à vacinação da Covid-19, como agulhas e seringas.

A ideia é que haja no mercado brasileiro os itens essenciais para iniciar o plano de vacinação do Governo Bolsonaro.

O sistema de saúde do Brasil necessitará de 100% da demanda pelos insumos para garantir a vacinação contra o coronavírus e mais 300 milhões de doses para as demais doenças. Em outro momento, parte da negociação entre licitantes e Governo Federal falhou porque as empresas se negaram a reduzir o valor em ano pandêmico.

O governo já adquiriu 40 milhões de agulhas e seringas e mira agora em mais 150 milhões de unidades para cobrir total necessidade da Pasta da Saúde.

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar