Multidão toma conta de BH contra decreto de Kalil que obrigou o "fechamento" do comércio (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na manhã desta segunda-feira (11), vídeos e imagens dos fortes protestos que estão ocorrendo em Belo Horizonte -MG, inundaram as redes sociais.

Uma verdadeira multidão se reuniu em frente à prefeitura da capital mineira, manifestando sua revolta ao decreto publicado pelo prefeito Alexandre Kalil, na sexta-feira (08), que entraria em vigor hoje, por tempo indeterminado.

O decreto prevê o fechamento de todo comércio considerado "não-essencial", incluindo bares, restaurantes e lancherias, que poderão funcionar apenas no sistema de delivery e drive-thru.

Na quarta-feira (06), Kalil fez um pronunciamento onde tentou justificar as restrições que seriam impostas:

"Chegamos ao limite da Covid-19. Nós avisamos, nós tentamos avisar. Tentamos manter a cidade aberta há 10 dias, quando os números ainda eram perigosos, mas nós tínhamos, pelo menos, uma expectativa de responsabilidade (...) O comerciante tem que se preparar porque sexta-feira nós estamos soltando um decreto voltando a cidade à estaca zero."

Hoje, a população mostrou que não aceitará de forma pacífica o tolhimento de seus direitos.

Aos gritos de “Fora, Kalil!’ e ‘Lockdown, não! Queremos trabalhar’, a multidão tomou conta da Avenida Afonso Pena, portando cartazes e esperando o prefeito para que ouça o clamor de quem depende do comércio para a subsistência.

O protesto tem como objetivo pressionar o prefeito com o desejo da população para a reabertura da cidade. De lá, os manifestantes devem seguir até a Câmara de Vereadores em busca de apoio do poder legislativo para que o decreto de Kalil seja considerado ilegal.

Em um trio elétrico parado em frente à sede do governo, líderes do movimento clamaram por desobediência civil e estimularam que as lojas permaneçam abertas.

Além de lojistas, professores de escolas, também fechadas, discursaram no carro de som.

Outra manifestação já está convocada para as 10h no mesmo local nesta terça-feira (12).

Confira alguns vídeos da manifestação:

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar