desktop_cabecalho

Talento que vai além da farda: PM promove ação mostrando o lado artístico de policiais

Ler na área do assinante

É muito comum vermos na imprensa sensacionalista e manipuladora, matérias que tentam culpar policiais por tudo de errado que acontece na sociedade.

Se acontece uma morte por bala perdida na favela, a culpa é da polícia (nunca dos criminosos, né?); se um arrombamento acontece na calada da noite, a culpa é da polícia, que não estava no local, afinal não é onipresente; se um marginal é alvejado depois de trocar tiros enfrentando a PM, a manchete será “Homem morto em operação policial” e nunca como “Bandido é alvejado e morre depois de atirar em policiais”. Mas, quando um policial é assassinado ou morre em confronto com marginais, não se vê aquela comoção nos programas jornalísticos.

Tudo isso serve para transformar a polícia em bode expiatório e demonizar a figura do policial, que é mais uma das nefastas pautas da esquerda.

Porém a polícia está revidando essas injustas agressões midiáticas: Um batalhão da região norte do Espírito Santo, mais precisamente o 12º Batalhão da cidade de Linhares-ES, está inovando e mostrando um outro lado dos policiais: O lado artístico musical.

Alguns policiais militares reuniram seus talentos para cantar e tocar instrumentos musicais e gravar um videoclipe que está bombando nas redes sociais, com a música “Peça felicidade”, da Banda Melim.

O clipe foi gravado por voluntários de uma produtora de vídeos; a direção musical, os arranjos foram feitos pelo capitão PM Tiago Borba, que ainda tocou baixo na música. De acordo com Borba, depois que juntaram os talentos , tudo foi muito rápido e em duas semanas escolheram a música, gravaram e editaram o clipe.

“Queríamos dividir uma mensagem positiva para estes tempos tão complicados; pensamos em uma adaptação de uma música que desse para tocar com a mão de obra que tínhamos no momento”, disse.

Uma excelente iniciativa dos policiais, heróis que arriscam suas vidas para defender a sociedade, mas que são tratados como inimigos por vários meios de comunicação.

Este tipo de ação serve para desmistificar a imagem demonizada que a grande mídia insiste em colar nos policiais.

É que na polícia existem os maus policiais, assim como em qualquer categoria de profissionais, mas em sua maioria são trabalhadores honrados, pais e mães de família, sujeitos aos mesmos sentimentos e temores de qualquer cidadão comum.

Parabéns a esse grupo talentoso, que poderia estar se apresentando em qualquer show musical, de tão grande qualidade musical que possui.

Veja o vídeo:

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Precisamos da ajuda do nosso público. Para tanto, assine o JCO por apenas R$ 9,99 mensais, e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido...

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Foto de Everson Leal

Everson Leal

Radialista

Ler comentários e comentar