Caiado sanciona lei que proíbe obrigatoriedade na vacinação contra Covid-19 em Goiás

Ler na área do assinante

Na quarta-feira, 13, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, sancionou uma lei que proíbe a vacinação obrigatória contra covid-19 no Estado.

Ainda em 2020, o projeto começou a ser elaborado na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) e, finalmente, foi publicado no Diário Oficial goiano.

“É assegurado à pessoa residente no Estado de Goiás o direito de não se submeter de forma compulsória à vacinação adotada pelo Poder Público para o enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da COVID-19”, diz o primeiro artigo da lei.

Para o presidente da Alego, deputado Humberto Teófilo, trata-se de um "Direito da Personalidade":

"Inferindo-se na necessidade de obtenção da concordância do paciente para qualquer espécie de tratamento."

O povo goiano respira aliviado, pois poderá fazer a sua opção, sem qualquer imposição do poder público.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário ou com o cartão de crédito.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar