“Ninguém é maluco de saltar de um avião com 50% só de chance de abrir o paraquedas”, afirma General Girão, sobre eficácia da CoronaVac (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Em entrevista imperdível no programa Manhã de Notícias, na quarta-feira (13), o deputado federal General Girão abordou diversos temas, como a necessidade de defesa da Amazônia contra interesses estrangeiros; voto impresso; eficácia das vacinas; eleições na Câmara e no Senado; entre outros temas. Girão mandou vários recados, sobre assuntos de interesse nacional.

Confira alguns destaques:

“Eu quero me vacinar com uma vacina que seja no mínimo confiável. Essa confiabilidade da vacina está sendo declarada com menos de um ano! Vacinas, como a de Febre Amarela, levaram 15 anos para serem consideradas confiáveis. Sejamos menos hipócritas ou cretinos e vamos trabalhar cientificamente a vacina, e abrir olhos para as medicações que estão fazendo sucesso”.
“Acho que no Brasil invertemos os pólos e transformamos o fazer política partidária em um trabalho empresarial, numa franquia. As pessoas se apossaram de partidos políticos, e os partidos políticos passaram a ter a detenção do poder máximo de dizer se o cara pode ou não concorrer. O povo acha que escolhe quem são seus candidatos, mas, quem escolhe o candidato é o presidente do partido”.
‘Enfrentamos uma pandemia e o presidente foi muito firme ao não deixar quebrar a estrutura democrática do país, apesar de alguns poderes... sabemos bem quem são eles, legislativo e judiciário tentaram quebrar a estrutura democrática, quando interferiram nas ações do executivo, principalmente o judiciário, proibindo, por exemplo, o executivo de coordenar e comandar as ações de enfrentamento à Covid, descentralizaram para governadores e prefeitos, depois começaram a apresentar a conta para o presidente da República”

Sobre a declaração presidente Macron, afirmando que comprar soja do Brasil é endossar o desmatamento da Amazônia.

“Acho que a gente deve declarar que a Torre Eiffel é um patrimônio da humanidade e que os franceses não podem decidir que iluminação ou que horário de funcionamento a Torre Eiffel vai ter. A França já teve outros presidentes que demonstraram interesse em deter soberania sobre nossa Amazônia. Jacques Chirac, por exemplo, criou o termo ‘soberania limitada’ dizendo que o Brasil deveria admitir a gestão compartilhada da Amazônia brasileira com outros países”.

Confira:

ATENÇÃO! Agora você tem a opção de assinatura do JCO com boleto!

Um movimento anônimo, criminoso e fascista está tentando destruir o Jornal da Cidade Online.

Eles não admitem o debate. Querem castrar a liberdade de expressão e impor o pensamento único.

Para tanto, tentam zerar nossas receitas, praticando o terrorismo junto a nossos anunciantes.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você ainda terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar