Ciro ataca Bolsonaro por saída da Ford, mas é desmascarado e se desmoraliza com revelação de vídeo de 2019 (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na última segunda-feira (11), Ciro Gomes usou sua conta no Twitter para publicar sua preocupação com a ‘desindustrialização’ do Brasil, após a notícia de que a Ford fecharia suas 3 fábricas no país:

“Que desastre, meu Deus do céu! A Ford anunciou que vai fechar todas as suas fábricas no Brasil. Com a saída de mais uma montadora, nosso país segue afundando no processo de desindustrialização. Bolsonaro vai liquidar nossa Nação! Congresso, cumpra seu dever: IMPEACHMENT JÁ!”, postou o político, filiado ao PDT.

O que chamou a atenção, entretanto, não foi o receio pelo impacto na economia nacional, mas sim, a contradição entre quem Ciro julga responsável pelo acontecimento. Na publicação desta semana, Ciro culpa o presidente Jair Bolsonaro pela decisão da montadora, enquanto que em um vídeo de 2019, ele fala sobre o mesmo assunto, mas com um ponto de vista bem diferente...

No vídeo abaixo, Ciro é questionado sobre uma possível saída da Ford, o ex-candidato à presidência disse que a culpa é da ‘esculhambação’ do governo Dilma e do PT.

Durante sua fala, ele cita 13 mil indústrias e 220 mil lojas fechadas, além da possibilidade da saída da montadora Ford, e diz:

“Não foi o Bolsonaro, foi a Dilma!”

Confira:

Agora fica a dúvida... Porque essa mudança de opinião quanto à responsabilidade pelo fechamento das fábricas da Ford?

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário ou com o cartão de crédito.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar