OAB escolhe Bolsonaro como ‘inimigo’ e propõe ação para cassação de mandato

A OAB quer cassar o mandato do deputado Jair Bolsonaro e, em consequência, inviabilizar o lançamento de sua candidatura a presidente da República.
A entidade baseia o seu pleito na citação feita pelo deputado federal do Rio de Janeiro ao primeiro militar reconhecido pela Justiça brasileira como torturador.
Na votação da admissibilidade do mandato da presidente Dilma Rousseff na Câmara Federal, Bolsonaro, na visão da OAB, fez, publicamente, apologia de fato criminoso e de autor de crime, no caso o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra.
A OAB entende que ‘o mandato outorgado pelo povo brasileiro não autoriza o parlamentar a cometer crimes de ódio e fazer apologia contra a ordem democrática’.
Bolsonaro, em sua declaração de voto disse: ‘Perderam em 1964, perderão agora em 2016. Pela família e pela inocência das crianças em sala de aula, o que o PT nunca teve. Contra o comunismo, pela nossa liberdade, contra o Foro de São Paulo, pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff, pelo Exército de Caxias, pelas nossas Forças Armadas, por um Brasil acima de tudo e por Deus acima de todos, o meu voto é sim.’
da Redação

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça