Futuro Embaixador Gomes da Fonseca: o homem certo para o Brasil em Portugal

Ler na área do assinante

O mundo precisa de Política com coragem – o que nunca passará de uma ideia vaga, imprecisa, de um lirismo inconsequente, se não for protagonizada por homens corajosos (homens e mulheres sem discriminação – adaptando-nos já aos tempos de Joe Biden…Amém!).

A Política – com evidências notórias nos dias que correm – é uma guerra de ideias e de concretização dessas ideias. Por isso é preciso escolher soldados alinhados com a estratégia do líder: o Presidente Jair Bolsonaro, como um distinto capitão, sabe melhor do que ninguém. Escolher as pessoas erradas para os lugares certos – é condenar ao insucesso o melhor dos projetos políticos. Escolher as pessoas certas para os lugares errados – é inviabilizar qualquer projeto político de futuro e com futuro para o Brasil, ou seja, servirá apenas para promover o socialismo e sua incompetência visceral.

Sabe a importância de estar rodeado de pessoas de confiança, com talento, com competência, com vontade de fazer o Brasil caminhar rumo ao seu destino: o de ser um país com elevado desenvolvimento económico, com uma sociedade vibrante, com igualdade na liberdade, com oportunidades para todos. Onde a Política é encarada como uma saudável competição de ideias e projetos, obedecendo, em primeira linha, ao veredito do Povo; e não dependente da onisciência de um qualquer órgão jurisdicional. A jurisdicidade é fundamental para a democracia; a juristocracia mata a democracia. Mais tarde ou mais cedo.

O Presidente Bolsonaro sabe o acerto das nossas palavras anteriores: a complexidade dos desafios que tem enfrentado, e ainda enfrentará no seu futuro político, é gigante, tão gigante como o Brasil. O Presidente Bolsonaro – mesmo os seus ferozes adversários (e são muitos, o que seria previsível – quem quer fazer diferente e melhor não está imune a críticas injustas) o admitem – tem uma inequívoca capacidade de liderança: mesmo quando a solução não é evidente, muito menos consensual, o Presidente Bolsonaro decide. Porque, afinal de contas, pior que uma má decisão é uma não decisão, mormente em tempos de crise como a que vivemos. O próprio Presidente Bolsonaro reconhece que não há homens providenciais: tudo resulta de trabalho de equipe, em lealdade, em cooperação, em diálogo franco. Tal é particularmente verdade no que concerne aos titulares de representações diplomáticas, que juram defender os interesses vitais do Brasil e estar a serviço permanente dos cidadãos brasileiros fora do país.

Em matéria de relações exteriores, o Ministro Ernesto Araújo tem feito trabalho magnífico: não teve medo em proceder a uma ruptura clara com a política terceiro-mundista, amiga dos terroristas mais bárbaros, do socialismo e da miséria, como era a seguida pelo PT. É tempo de, em Portugal, a enorme comunidade brasileira ter um Embaixador que reflita os espírito da nova política da Administração Bolsonaro, os valores deste Brasil renascido e pronto a assumir a liderança da América do Sul. Um Brasil Livre, Democrata, Patriota, do lado certo da história.

André Henrique Gomes da Fonseca, para além de querido na Comunidade Brasileira, é um amigo admirado por Israel, pelo poder político e povo israelitas. A amizade entre Israel e Brasil tem que ser inquebrantável.

Adicionalmente, André Henrique Gomes da Fonseca – prestes a ser anunciado como novo Embaixador do Brasil em Portugal, sábia decisão do Presidente Bolsonaro – é respeitado nos EUA, tendo-lhe sido atribuídas as mais altas condecorações da Marinha norte-americana e seu trabalho em prol dos direitos humanos objeto de louvor na ONU.

Quanto a nós, aqui em Portugal, aguardamos, com elevadíssima expectativa, a chegada do Embaixador André Henrique Gomes da Fonseca – o Embaixador certo para executar a política externa brasileira certa. Que o mês de Janeiro ainda traga esta notícia luminosa, em tempos tão sombrios, ao nosso querido Brasil, a Portugal e ao mundo livre.

Igualmente por razões de coragem política e de amor pelo Brasil, pela Liberdade, pela Democracia e pelo Patriotismo, e de enorme apreço e admiração pelo trabalho do “Jornal da Cidade Online” (que seguimos atentamente desde há muito), que temos a honra de passar a colaborar com esta magnífica publicação. Viva o Brasil em Liberdade – e livre de socialismo!

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário ou com o cartão de crédito.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você! Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Foto de João Lemos Esteves

João Lemos Esteves

Articulista. Reside em Portugal.  Representante do INISEG (Instituto de Estudos de Segurança Internacional) USA. 

Ler comentários e comentar