Por "jogada de marketing", Anvisa diz que Doria desrespeitou protocolo de vacinação em SP

Ler na área do assinante

Apesar de evitar o assunto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), afirmou que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), desrespeitou os protocolos de vacinação ao imunizar a enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, neste domingo (17), em São Paulo.

Em coletiva de imprensa, organizada após a autorização para uso emergencial das vacinas CoronaVac e a de Oxford, os representantes do órgão regulador garantiram ter encerrado a reunião sobre os imunizantes pouco tempo antes, quando souberam que o governo de São Paulo já “colocava a vacina no ar”. Eles salientaram que a aplicação só poderia ter iniciado após a assinatura do termo de compromisso e recebimento do documento pela Anvisa.

“A autorização para a aplicação está vinculada a partir da aprovação da Anvisa nos termos de compromisso. Não há como dizer o que aconteceu em São Paulo”, afirmou, atônita, a diretora Meiruze Freitas.

A Anvisa exigiu que o Instituto Butantan forneça, até o dia 28 de fevereiro, um termo de compromisso que forneça os dados de imunogeneidade; caso contrário, a vacina perderá a autorização excepcional da agência. Até as 17 horas do domingo (17), o instituto não havia dado retorno.

Meiruze mencionou a Lei 6437/77, que estabelece penalidades para infrações sanitárias, incluindo o uso de medicamentos sem a autorização.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, comentou a aplicação imediata da CoronaVac e disse que foi “uma jogada de marketing” em “desacordo com a lei”.

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora, você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário ou com o cartão de crédito.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar