Desesperado, amazonense interrompe repórter e detona governador do estado (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Um cidadão comum interrompeu a gravação de uma reportagem para TV, em Manaus, e desabafou em frente às câmeras sobre a crise sanitária instalada no Amazonas.

O homem, visivelmente, abalado, disse que havia perdido a mãe, vítima da Covid-19, e acompanhava o pai, que continuava doente, em estado grave, no hospital.

“Usa essa bosta aqui (TV) para dizer: governador, cadê os 9 bilhões? Eu sei que tu não está filmando e, se tiver, depois, vocês cortam... Esse governador não era pra tá aí, não. Era pra tá um homem íntegro, ilibado. Não um bandido pra nos governar!”, gritava o rapaz, emocionado.
“O presidente da República, o Ministro da Saúde já vieram aqui intervir, trazer recursos e esse desgraçado escapou. Minha mãe acabou de morrer. Meu pai tá ‘morre, não morre’. Saudáveis! Por que pegaram Covid? Cadê o respirador? Cadê? Desgraçado! Vai-te embora pro teu Pará!”, disparou.
“Nós dependemos da mídia, comunicação e vocês não falam. Uma palavra de vocês (jornalistas) botava (tirava) esse governador imundo, sujo e botava (substituía) por um homem íntegro”, avaliou o amazonense.

Confira o vídeo:

Em tempos de "censura", precisamos da ajuda do nosso leitor.

Agora, você pode assinar o Jornal da Cidade Online através de boleto bancário ou com o cartão de crédito.

Por apenas R$ 9,99 mensais, você não terá nenhuma publicidade durante a sua navegação e terá acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade.

É simples. É fácil. É rápido... Só depende de você!

Faça agora a sua assinatura:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

da Redação
Ler comentários e comentar